Visualizar Conteúdo Web

Soldadura e corte

O campo da soldadura é extremamente extenso. A norma ISO 4063 define mais de 100 procedimentos diferentes e, consequentemente, a gama de gases e misturas que a Messer disponibiliza para esta área é muito variada.

As aplicações típicas incluem o processo de oxicorte, que costumam utilizar misturas de gás de combustão e ar ou, preferencialmente, gás de combustão e oxigénio.

Nas soldaduras MAG, MIG e TIG, os gases de proteção de soldadura são indispensáveis hoje em dia. Há uma grande diversidade destas misturas de gases, normalizadas de acordo com a norma ISO 14175, para as diversas aplicações. A Messer distribui a sua gama de gases de proteção de soldadura num sistema claramente estruturado com nomes de marca orientados nos materiais que devem ser procesados.

 

Selecione a aplicação:

Visualizar Conteúdo Web

É um processo de soldadura por fusão que utiliza o calor gerado por uma reação de combustão entre um combustível e um comburente para soldar peças metálicas. Os gases utilizados são um gás combustível (acetileno, propano, gás natural…) e um gás comburente (oxigénio).

A soldadura por arco com elétrodo não consumível (tungsténio) utiliza gases de proteção inertes como o árgon, o hélio e as suas misturas com o objetivo de proteger o banho de fusão. Este processo é usado em aços, aços inoxidáveis, alumínios e outros metais que exijam uma soldadura de elevada qualidade.

É a soldadura por arco com elétrodo consumível sob gás de proteção inerte como o árgon e o hélio e suas misturas. Este processo é denominado processo semiautomático devido às maiores velocidades de deposição. 

A particularidade do MAG relativamente ao MIG é a utilização de gases ativos como, por exemplo, o dióxido de carbono puro ou misturado com árgon, bem como misturas de oxigénio com árgon, que podem aumentar ainda mais a produtividade e proporcionar certas características mecânicas à união.

A soldadura com plasma utiliza dois gases: o gás produtor de plasma que constituirá a coluna de plasma após ser ionizado e que proporciona o calor necessário para fundir a peça a soldar e um gás de proteção que estará encarregado de proteger a zona e o banho de fusão. 

Na soldadura com laser são utilizadas misturas de gases como meio ativo necessárias para gerar o feixe de laser e ainda para proteger a zona de fusão e a ótica de focagem. Podem-se utilizar misturas de gases ativos de proteção em alguns metais para aumentar a velocidade de soldadura ou melhorar as propriedades mecânicas da união. 

Para o corte e preparação de rebordos, são comuns os métodos mecânicos mas também os processos térmicos como o oxicorte, o plasma e o laser. A seleção do tipo de gás estará ligada ao processo de corte e ao tipo de material que se pretende cortar ou preparar.

Visualizar Conteúdo Web

Aplicações por gás:

 

Acetileno Árgon Dióxido de carbono Hélio Hidrogénio Azoto Oxigénio
Soldadura oxigás Soldadura TIG, MAG, MIG Soldadura MAG Soldadura TIG, MIG Soldadura TIG, MIG Soldadura TIG, MIG Soldadura oxigás
  Soldadura plasma Soldadura com laser Soldadura com laser Soldadura plasma Soldadura com laser Soldadura MAG
    Corte com laser Corte com laser   Corte com laser Soldadura com laser
      Soldadura plasma     Corte com laser
            Oxicorte