Visualizar Conteúdo Web

Aeroespacial e naval

 

Selecione a aplicação:

Visualizar Conteúdo Web

O tratamento térmico proporciona a muitos metais as características necessárias para a sua utilização. Através do recozimento, do endurecimento, da têmpera, da carburação, da sintetização e dos processos baseados principalmente na aplicação de azoto, os metais adquirem dureza, flexibilidade, tenacidade e/ou coloração da superfície. Desta forma será possível respeitar as rígidas normas destas indústrias.

A soldadura TIG é especialmente utilizada para aços fortemente ligados, alumínio, titânio e outros metais não ferrosos. Visto que estes materiais são utilizados frequentemente na construção de aeronaves, a soldadura TIG, tanto manual como automática, é aconselhável para este setor. Fornecemos gases para uma maior velocidade dos processos de soldadura, permitindo obter uma melhor união, uma maior profundidade de fusão e menos deformações. 

O corte com laser distingue-se pela sua elevada precisão e velocidade de corte, pela baixa produção de calor e pela pouca deformação. Com o laser podem-se cortar na perfeição materiais como o aço, o alumínio e metais não ferrosos. Este processo é utilizado sobretudo em metais finos que necessitam de grande precisão. A Messer disponibiliza para estes processos gases da gama Megalas que otimizam o desempenho dos processos de corte.

A projeção térmica consiste em revestir a superfície dos componentes com pó ou cabos para melhorar as suas características. Estes revestimentos atuam como proteção contra o desgaste e/ou a corrosão, bem como proteção térmica. Uma das variantes do processo é a projeção térmica a alta velocidade e pressão que dá lugar a um revestimento de alta qualidade que se destaca pela elevada densidade, grande aderência e resistência ao desgaste. 

Testes com hélio para detetar fugas nos sistemas de armazenamento e distribuição de combustível e nos reatores dos aviões para garantir a sua segurança operacional.

Usa-se azoto para encher os pneus dos aviões para reduzir o desgaste dos mesmos e melhorar a segurança.

Com a ajuda de árgon ou azoto líquido produzem-se atmosferas inertes na fundição de aços para garantir a qualidade das peças fundidas e melhorar as suas propriedades mecánicas.

A inertização para o processo de cura em autoclave garante a segurança e a eficiência do mesmo. Neste processo expõem-se peças estruturais de aviões fabricadas com materiais compostos a altas temperaturas e altas pressões sob uma atmosfera inerte.

Visualizar Conteúdo Web

Aplicações por gás:

 

Árgon Dióxido de carbono Hélio Hidrogénio Azoto Oxigénio
Fabrico de aditivos Transporte com temperatura controlada Recozimento/Endurecimento Projeção térmica Tratamento térmico Projeção térmica
Tratamento térmico Arrefecimento após o tratamento térmico Balão-sonda Tratamento térmico Corte com laser Corte com laser
Teste de pressão Técnica do frio Supercondutividade   Inertização  
Inertização CO2 supercrítico Deteção de fugas   Teste acústico  
Proteção térmica   Teste a baixas temperaturas   Maquinagem  
Soldadura   Inertização   Projeção térmica  
    Soldadura   Teste de materiais  
    Projeção térmica   Técnica do frio  
        Curado por autoclave